Como ter a melhor configuração para sua VITRINE VIRTUAL

Assim como nas lojas físicas, no e-commerce, é muito importante ter estratégias para expor os itens de maneira apropriada por meio de uma vitrine virtual.

Podemos definir esse conceito como a maneira de dispor mercadorias visualmente em um site, as quais são apresentadas de forma mais detalhada. Dessa forma, devem constar descrições de qualidade e que permitam uma fácil identificação do produto, imagens de alta resolução, entre outros itens importantes.

Sabendo da importância dessa ferramenta para alavancar as suas vendas, criamos um panorama que traz as informações mais importantes sobre o tema. Confira, a seguir, dicas de como montar uma vitrine online de sucesso!

A importância da vitrine virtual

Uma boa vitrine para uma loja virtual pode ser comparada à relevância de uma vitrine organizada em uma loja física. Assim como nos estabelecimentos tradicionais, a vitrine online é um local que chama atenção e fisga o público, tendo grande poder de convencimento no momento da compra. Sendo assim, é de suma relevância explorar estratégias de vendas nesses locais.

Infelizmente, muitas vezes a preocupação em manter uma vitrine atualizada, com harmonia de produtos, cores, tamanhos, preços e coleções, tem sido quase exclusividade das lojas físicas.

A facilidade da automatização no cadastro e disposição de produtos pode ser uma das justificativas para essa tendência. Porém, embora essa funcionalidade seja importante, é preciso aliar a ela um planejamento consciente da vitrine da sua loja virtual.

É fundamental usar o conhecimento sobre o negócio e os relatórios de vendas para melhorar a sua estratégia. Fazer vitrines de maneira consciente e planejada é o início para vender mais.

Vantagens do planejamento visual

O planejamento visual é essencial para que um comércio eletrônico possa impactar o mercado de maneira positiva. A vitrine virtual está dentro desse contexto e se mostra capaz de potencializar a busca por melhores resultados. Veja, abaixo, alguns benefícios dessa técnica.

Personalização

Uma loja virtual personalizada permite alcançar de forma mais eficaz o seu público-alvo.

Utilizar estratégias de vitrines é uma maneira de fazer isso com baixo custo. Levando em conta que o número de lojistas que migraram para o comércio eletrônico ou que apostam exclusivamente nele é grande, a personalização se mostra muito útil para obter vantagem competitiva.

Esse diferencial influencia na presença da marca na web, sendo capaz de oferecer uma experiência única aos clientes, a partir de um layout mais direcionado para quem que se pretende atingir, ou seja, as suas personas.

Junto a isso, um e-commerce personalizado facilita para que o consumidor se lembre do seu negócio e, dessa maneira, volte a acessar a sua loja para realizar novas compras.

Aumento da Taxa de Conversão

Da mesma maneira que acontece em estabelecimentos físicos, os clientes de comércio eletrônico valorizam e preferem um ambiente organizado e personalizado. Assim, eles podem ter uma experiência de navegação melhor, o que favorece o aumento da taxa de conversão.

Muitas empresas erram ao imaginar que somente o preço competitivo fará o trabalho sozinho. As pessoas estão dispostas a pagar mais, desde que passem por uma experiência melhor.

Logo, uma loja virtual desorganizada, mesmo que tenha bons preços, terá problemas para realizar um bom volume de vendas. Esse cenário é ainda mais problemático se pensarmos que o tempo de decisão do cliente sobre continuar navegando ou não naquele site é muito curto.

Se não houver características que despertem rapidamente o desejo de permanecer ali, logo ele sairá e migrará para sites concorrentes.

Assim, é preciso um planejamento visual direcionado aos propósitos do seu e-commerce, responsável por promover um vínculo emocional com os usuários.

Versatilidade

Um dos conceitos inerentes a uma vitrine virtual bem planejada é a versatilidade. Por meio dela, é possível utilizar inúmeras possibilidades de exposição, adequando, assim, o processo ao que a sua empresa se propõe e, principalmente, ao que o seu público procura.

Para ilustrar bem isso, basta se lembrar das lojas físicas em que, todas as semanas, os itens expostos são trocados, ampliando o poder de demonstração dos produtos e chamando a atenção dos clientes de forma mais precisa.

As possibilidades de versatilidade são ainda maiores nas lojas virtuais, uma vez que não há limitações físicas de espaço, como nos estabelecimentos tradicionais. Assim, pode-se surpreender os clientes a cada nova visita e dar a eles mais opções de compra.

Maior poder de comunicação

Muitos e-commerces mandam ofertas semanais ou até mesmo diárias para os seus compradores, fazem anúncios nas redes sociais e ainda podem ser encontrados nos resultados dos mecanismos de busca.

Com tamanha concorrência, as lojas virtuais que conseguirem passar uma mensagem de que são diferentes das demais e exclusivas terão mais chances de despertar o interesse do público-alvo e obterão sucesso em suas empreitadas.

Por isso, é importante focar na qualidade da sua comunicação. Uma boa organização da vitrine virtual pode ajudar de várias formas, com:

  • objetividade;
  • capacidade de oferecer mais em menos tempo;
  • disposição ilustrativa;
  • mais poder de persuasão.

Todos esses itens somados contribuem para que haja um processo comunicativo com mais agilidade e eficácia — dois conceitos muito valorizados pelos usuários por facilitarem a jornada de compra.

Valorização do uso de técnicas de vitrine virtual

Você não deve se preocupar somente com carrosséis de produtos e banners da home. As páginas de produtos do site precisam conter estratégias de vendas. Algumas delas necessitam de maior atenção, devido a sua grande procura.

Para descobrir quais são as principais páginas que precisam de atenção dentro da sua estratégia, utilize o Google Analytics.

Acompanhe sempre as URLs com maior número de visualizações e trabalhe em cima delas. Estabeleça uma linha de corte e trabalhe ativamente naquelas que realmente trazem os resultados financeiros mais significativos para o seu negócio.

Um fato muito relevante é que existem produtos que, às vezes, “ficam escondidos” nos finais das páginas de categorias (por serem os primeiros a terem sidos cadastrados). Por isso, essa também é uma justificativa interessante para manter uma estratégia de vendas para a vitrine do seu e-commerce.

Medidas como essa potencializam os seus resultados, por serem capazes de manter o destaque dos produtos mais procurados e, ao mesmo tempo, evidenciar aqueles que não estão recebendo tanta atenção assim.

Esse equilíbrio é fundamental para a saúde financeira de um e-commerce, em especial aqueles que têm foco na diversidade dos produtos. Quando não há estratégias que permitam isso, a loja tende a “ficar refém” de dois ou três produtos para gerar receita recorrente.

Claro que esse fator não é totalmente negativo, pois toda loja tem o seu item “carro-chefe”. No entanto, contentar-se somente com isso é desperdiçar o seu potencial e, desse modo, perder a chance de lucrar ainda mais com a sua loja virtual.

Principais estratégias

A chamada para a vitrine de e-commerce com foco em datas com desconto é feita para conquistar a sua atenção, por exemplo. Essas táticas são sugeridas por consultores e especialistas da área e elas são aplicadas nas lojas virtuais de grande sucesso. Portanto, habitue-se a trocar e manipular vitrines para fazer o seu comércio eletrônico render mais.

Abaixo, separamos as principais dicas e estratégias para ajudar você a vender mais. Acompanhe!

Vitrine de e-commerce por faixa de preço

Um dos filtros pré-definidos dentro de cada página é o de menor preço. Contudo, lembre-se: a ideia é fazer uma estratégia manual em algum momento, pois estamos tratando de inteligência em vendas.

Imagine a seguinte situação: uma loja de calçados tem uma categoria de tênis infantil dentro das suas URLs mais acessadas. Das vendas dessa categoria, nota-se que o produto mais vendido sai pelo valor de R$99,00.

Com essa informação em mãos, busque outros itens dessa categoria com o preço de R$99,00. Assim, é possível desenvolver uma estratégia em que sejam exibidos produtos com esse valor na primeira ou na segunda linha da página.

Os motivos são:

  • mercadorias mais vendidas têm tendência a gerar mais vendas;
  • alinhar produtos com o mesmo valor ajuda o usuário a criar um mapa mental, o que facilita na organização das informações;
  • além da escolha, a localização desses itens que chamaram a atenção do cliente fica mais fácil, caso seja necessário acessá-los novamente;
  • posicionar outros produtos com o mesmo valor ao lado do que tem mais vendas pode incentivar a compra de “itens esquecidos” e que tem o mesmo perfil para os clientes, ajudando a baixar o volume de estoque.
  • Uma alternativa nesse último caso citado pode ser reduzir um pouco a margem de lucro de outras mercadorias para chegar ao preço de R$99,00. Se o item custa R$119,00, você pode ofertar um desconto e vendê-lo por R$99,00, por exemplo.

Vitrine de e-commerce por produtos mais vendidos

Essa opção também pode ser configurada e exibida automaticamente no site. Porém, aqui a questão de programação é lógica: são exibidos os produtos que tiveram mais unidades vendidas.

Dessa maneira, é possível que mercadorias muito similares sejam emparelhadas lado a lado, e isso pode não ser tão interessante para quem está navegando no seu site.

Como estratégia para montar uma vitrine manual com foco em itens mais vendidos, seguem algumas sugestões:

  • separe a lista de produtos mais vendidos por categorias;
  • estabeleça uma linha de corte de quais são interessantes para o seu trabalho;
  • defina quais trazem maior rentabilidade para o seu negócio. Para isso, você pode usar a Curva ABC;
  • posicione-os de acordo com essa rentabilidade;
  • evite exibir os mesmos itens lado a lado apenas com variações de cores;
  • faça um banner no topo destacando o primeiro produto posicionado na vitrine;
  • além do destaque no banner, o fato de ele estar posicionado na primeira posição facilita para que o cliente não fique perdido para encontrá-lo.

Vitrine de e-commerce por produtos mais procurados

Uma vitrine com produtos mais procurados deve ser feita por meio de um trabalho manual. Mercadorias com alta procura têm mais chances de vender.

Muitas vezes, as pessoas utilizam o campo de busca, pois não encontram aqueles produtos logo nas primeiras linhas ou nas “zonas mais quentes” do site. Fora isso, lembre-se de alguns consumidores não costumam realizar pesquisas e podem ter um perfil de consumo parecido com aquelas que as realizaram.

Algumas dicas para montar esse tipo de vitrine:

acesse o Google Analytics e busque os produtos que tiveram mais acessos em determinado período de tempo;
faça combinações que foram comentadas anteriormente, como por cores, por estilo de produto, por preço e pelos mais vendidos.

Veja o exemplo do site do Clube do Malte. Uma das categorias de organização dos produtos são aqueles vistos frequentemente por outros clientes.

Vitrine de e-commerce por produtos com volume alto de estoque

Uma das vantagens em produzir uma vitrine manualmente é poder trabalhar melhor a exposição de mercadorias com alto volume de estoque, e evitar sua estagnação desses itens no armazém.

Existem várias dicas pertinentes a essa técnica. As principais são:

  • verifique se existem mercadorias com alto volume de estoque nas categorias que mais representam vendas para o seu site e priorize-os no seu trabalho;
  • faça combinações. Por exemplo: se uma categoria de calçados tem alto volume de alguns tênis, sapatos e meias,
  • procure deixar só tênis na mesma linha, só calçados na linha seguinte e assim por diante;
  • lembre-se de ajudar na organização do mapa mental do seu usuário;
  • avalie itens que podem ganhar um bom desconto e exiba-as nas primeiras linhas;
  • crie selos diferenciados para esses produtos e vincule-os aos seus spots.

 

Vitrine de e-commerce por produtos com maior rentabilidade

Uma coisa que a maioria dos comerciantes gosta é de vender aqueles produtos que garantem maior rentabilidade para o seu negócio.

Essa vitrine tem correlação com as estratégias mencionadas anteriormente. Assim, una as dicas anteriores na elaboração desse tipo de organização.

Vitrine de e-commerce por maior faixa de desconto

Atualmente, existe um filtro na maioria dos sites para maiores descontos. Porém, também é possível desenvolver essa tática de forma manual, posicionando produtos com maiores percentuais de redução de preço nas primeiras linhas.

Um grande motivo para fazer isso são as campanhas com até X% Off. É frustrante para o cliente clicar em um banner de uma campanha de até 70% de desconto (por exemplo) e os primeiros produtos serem de 5%, 10% e 15%.

Lembre-se: a chamada principal é para um grande desconto. Portanto, deixe esses produtos já no início para manter vivo o interesse de compra no consumidor.

Vitrine de e-commerce com produtos mais abandonados

Essa informação corresponde aos produtos que foram colocados nos carrinhos de compras e cujas vendas não foram finalizadas. Ela é muito importante para o gestor de e-commerce.

Por meio dela, você poderá identificar problemas relacionados aos fatores que influenciam a compra, tais como uma boa descrição, o preço ou a falta de imagens.

A dica para esse tipo de vitrine virtual é que você faça uma seleção rigorosa no cadastro dos produtos, estabeleça uma linha de corte e promova-os em banners e nas primeiras linhas das categorias.

Algumas dicas extras são:

  • na navegação online, existem zonas no site que têm maior visualização. Você pode descobrir quais são as do seu e-commerce por meio de ferramentas como Hotjar. Use esse método para criar banners ou carrossel de produtos nas zonas quentes;
  • deixe os produtos que pretende vender em maior quantidade na primeira posição, pois a leitura do brasileiro acontece da esquerda para a direita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *